Empresa de SC inova ao fabricar "papel higiênico umedecido"

By Dicas de Negocios PME - 10:41

A criação é do Grupo FW, que espera faturar R$ 22,5 milhões neste ano, valor 63% maior que o registrado em 2013

No Brasil, a maioria das pessoas só associa os lenços umedecidos a bebês. Até porque, no país, o produto é normalmente visto ao lado de crianças menores. No entanto, uma companhia de Blumenau (SC) trabalha para mudar essa realidade: o Grupo FW, que atua desde 2010 na fabricação de lenços para todos os públicos. Neste ano, a empresa lançou um "papel higiênico umedecido" que é novidade no mercado.

A inspiração para o Grupo FW nasceu com o engenheiro mecânico José Tadeu Flor. Ele foi, por muito tempo, diretor de empresas como Nivea e Cremer. No ano de 2007, no entanto, Flor era dono de uma fábrica de peças para banheiros e cozinhas. Na época, a vontade do empreendedor era voltar à área de higiene pessoal. Na hora de decidir o foco de seu negócio, ele se lembrou de algo que havia percebido em viagens pelo mundo: no exterior, os lenços umedecidos eram amplamente usados, ao contrário do que acontece no Brasil.

O Grupo FW foi aberto em agosto de 2008. Entretanto, por causa de todas as licenças necessárias para fabricar seus produtos, as atividades começaram formalmente em fevereiro de 2010. A empresa tem duas marcas: Piquitucho, de produtos econômicos, e FeelClean, mais premium. O catálogo tem lenços umedecidos para bebês, adultos e crianças. Dentre a variedade, destacam-se produtos para a retirada de maquiagem, para uso íntimo, antissépticos e com propriedades refrescantes.
O material dos lenços umedecidos é composto de 70% de poliéster e 30% de viscose, uma fibra artificial de celulose. Por causa da composição, inclusive, é inapropriado chamar o produto mais recente do Grupo FW de "papel higiênico" – a terminologia adotada pela empresa é "higiênico umedecido".

A ideia para o produto surgiu em uma reunião do departamento comercial. Posteriormente, foi repassada ao setor de pesquisa e desenvolvimento da empresa. A equipe constatou que o higiênico deveria ser sempre acondicionado em um recipiente especial, para que a umidade não seja dissipada. Por sorte, o Grupo FW não teve de desenvolver o recipiente: um inventor já o havia criado. "Firmamos uma parceria com o inventor, desenvolvemos a área de engenharia para produzirmos em linha e realizamos pesquisa de campo. O processo de desenvolvimento levou 18 meses", diz Rodrigo Flor, que é filho de José Tadeu, sócio e diretor de marketing da empresa.

O produto foi lançado oficialmente em abril. De acordo com o Grupo FW, o higiênico pode ser encontrado em supermercados e farmácias em todo o país. A versão com rolo de 20 metros e recipiente especial custa R$ 14,90. Também está à venda um refil, com preço sugerido de R$ 4,90. Rodrigo Flor afirma que o higiênico umedecido tem a composição igual à de todos os lenços umedecidos do Grupo FW.

O Grupo FW não é o único a vender higiênicos umedecidos. A marca Neve, da Kimberly Clark, tem um produto semelhante. No entanto, a criação da empresa catarinense é a única a ser vendida na forma de rolo. "Até por isso, solicitamos um registro de patente. O processo está em homologação e tem alcance nacional, mas a ideia é patentear em todos os mercados em que pretendemos atuar, como Europa, América e Ásia", afirma Rodrigo Flor.

Antes da expansão internacional, a próxima meta do Grupo FW é atingir a meta de faturamento traçada para este ano: R$ 22,5 milhões. O número representa um aumento de 63% em relação aos R$ 13,8 milhões obtidos em 2013. Mais informações sobre a companhia podem ser encontradas no site do Grupo FW.

Fonte: PEGN - G1 / Fotos: Divulgação
Postado por Dicas de Negócios PME e Portal G2 - www.portalg2.com.br .
Gostou da ideia? Então deixe o seu recado! Até a próxima.

  • Compartilhar:

Você pode gostar também

0 comentários

Comentem sobre as matérias e o seu comentário será postado.